Erva do dia: ALECRIM


Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o Alecrim Rosmarinus officinalis, Officinalis e Rosmarinus officinalis Linn, estas são as ervas mais utilizadas e o importante é não confundir com Alecrim do Campo Baccharis dracunculifolia que é mais comum no Brasil.

O alecrim também é conhecido aqui no Brasil como erva da alegria, seus óleos essenciais favorecem a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bem estar é uma planta bastante conhecida e de fácil acesso podemos encontrar até mesmo em jardins, no mercado e claro nós da Naplee utilizamos a Alecrim como um grande aliado para a saúde e está presente como um dos componentes em alguns blends de ervas, seu aroma é bem presente, é estimulante e torna nosso chá ainda mais especial. Para saber mais clique em www.naplee.com e adquira já sua assinatura com misturas de ervas exclusivas! Você pode até mesmo personalizar uma de suas embalagens tendo esta erva tão fascinante como um dos ingredientes.

Nomes Populares e origem:

Alecrim, rosmarino, alecrim-de-jardim, erva da recordação, erva-da-graça, erva-da- alegria, erva-mágica ou ainda erva-das-bruxas...

Seu crescimento e origem se dá de forma nativa e espontânea nos países ao redor do mar Mediterrâneo, local de solos pedregosos e arenosos como no Sul da Espanha, França, Itália, Grécia, Portugal, nas ilhas Canárias, Açores e Madeira no norte da África, sendo mais comum no norte do Líbano, Egito e regiões da Turquia, hoje conseguimos encontrar esta erva difundida no mundo inteiro inclusive você mesmo pode plantar sua mudinha de alecrim em casa e cultivar com carinho.

Alecrim e seus benefícios:

* É diurético e ajuda a digestão

O alecrim é rico em minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo. A ingestão dessas vitaminas e minerais favorece a perda de peso por ter ação diurética. O chá do Alecrim é digestivo e sudorífero, o que faz aliviar os sintomas da má digestão. Além disso, auxilia na limpeza do fígado.

*Combate à tosse, gripe e asma

Por ser estimulante, o alecrim é indicado para controle da tosse e da gripe, além de combater crises de asma. As tosses acompanhadas com catarros também são eliminadas pelo alecrim devido a sua excelente ação expectorante.

* Tratamento para o couro cabeludo

Indicado como fortificante do couro cabeludo, como anti-caspa e também contra a queda de cabelo.

* Auxilia o tratamento de dores reumáticas e contusões

Uma solução natural para o reumatismo que ajuda a aliviar as dores é utilizar compressas de alecrim. Pode-se aplicar o alecrim in natura ou o óleo essencial. Também é eficaz no tratamento de entorses e contusões.

* Tratamento de hemorroidas

Para o tratamento via oral de hemorroidas inflamadas, o consumo da tintura do alecrim, por dez dias, pode ser eficaz.

* Auxilia a menstruação

O chá do alecrim facilita a menstruação e alivia as cólicas menstruais.

*Reduz gases intestinais

Doses diárias do chá ou da tintura de alecrim são indicados para redução de gases intestinais, responsáveis pelo incômodo de muitas pessoas, por ter ação carminativa.

* Equilibra a pressão arterial

A planta medicinal também é uma grande amiga para tratar a pressão alta, pois possui propriedades que ajudam a melhorar a circulação sanguínea.

* Combate o stress

Conhecido por relaxar os nervos e acalmar os músculos, o alecrim aumenta o fluxo sanguíneo estimulando o cérebro e a memória. Por conter ácido carnósico, um ácido com propriedades antioxidantes essencial para o sistema nervoso, ajuda a lidar com situações de stress. Muito indicado para situações de estafa mental.

* Reduz o mau hálito

A tintura diluída em água serve para bochechos contra o mau hálito, aftas, estomatites e gengivites.

Uso Geral

O alecrim é muito utilizado como aromatizante de ambientes, por ter odor agradável, e realça os sabores de alimentos como assados, carnes, legumes, molhos e pães.

A erva é considerada um excelente fitoterápico, por conter substâncias bioativas. As folhas secas ou frescas do alecrim são utilizadas para a preparação de (infusões)chás e tinturas. As partes floridas são empregadas na produção de óleo essencial.

Curiosidades

O seu nome em português, contrariamente ao da maioria das línguas europeias, tem origem no árabe (Ikleel al-Jabal, Iklil al-Jabal) e difere do nome científico Rosmarinus, donde tem origem o nome vulgar da maioria das línguas. O nome em árabe significa ‘coroa das montanhas’.

A origem do nome rosmarinus (do latim ros – orvalho, marinus - do mar) orvalho do mar, dado pelos romanos, virá provavelmente do fato da cor das suas flores evocar a cor do mar, ou ainda, como é também vulgarmente sugerido devido, ao fato de ser cultivado perto do mar.

No Caminho de Santiago é bem conhecida a receita de banhar os pés com o chá do “romero” para deixá-los mais fortes, resistentes e com a pele mais rústica, isto para suportar melhor as caminhadas de centenas de quilômetros.

Existem algumas curiosidades sobre os a antiguidade no uso do alecrim:

Os gregos a denominavam “flor por excelência”, e dela se serviam para entretecer suas coroas, com as quais cobriam a cabeça por ocasião de certas festas. O alecrim era queimado nos santuários da Grécia antiga e o seu fumo era utilizado na idade média para desinfectar e afastar maus espíritos. Nas escolas gregas eram usadas auréolas de alecrim nas cabeças das crianças para melhorar nos exames.

Também os egípcios usavam o alecrim em seus ritos, visto que os túmulos têm vestígios da planta.O verdor de suas hastes com muitas folhas era considerado como um símbolo de imortalidade.

O seu cultivo era vulgar nos mosteiros da Europa desde a idade média. Foi companheiro dos portugueses nas Entradas e Bandeiras. Em muitas regiões de Portugal substitui a palma e a oliveira na festa religiosa do Dia de Ramos.

Usada como incenso ou carregada como amuleto para atrair bons fluídos, principalmente em casamentos, e afastar mau-olhado, quebranto e inveja.( erva das benzedeiras ou erva das “bruxas”) Na Idade Média, era usada como defumador em dormitórios com pessoas enfermas.

Na Itália era considerada proteção contra as bruxas. Os romanos, acreditavam que esta planta estava associada com o amor e juntamente com o cipreste associada a morte. É uma planta que desde tempos imemoriais tem sido objeto de muitas lendas. e por isso é que era plantada nas soleiras das portas, hábito que perdurou até a Idade Média. Suas propriedades anti-sépticas também eram reconhecidas nos hospitais franceses, onde o alecrim era queimado durante as epidemias. No norte da França existe o costume de se colocar um ramo de alecrim nas mãos do defunto e depois plantá-lo sobre o seu túmulo.

Os mouros acreditavam que ele espantava as pragas e plantavam arbustos em seus pomares.

A Igreja Católica incorporou o alecrim em seus rituais, queimando-o em incensários desde a antiguidade. Na Igreja Ortodoxa, até hoje se utiliza seu óleo para unção.

Aviso:

·Certas ervas podem não ser indicadas para consumo caso esteja sob algum tratamento utilizando remédios. Consulte seu médico para esclarecimentos.

·Por mais que os chás contenham propriedades que promovam a saúde, estes não podem substituir os tratamentos prescritos pelo seu médico.

·Gestantes, procurem consultar o seu médico para esclarecimento quanto aos tipos de ervas que não são indicadas para ingestão durante sua gravidez.

Recent Posts
Siga-nos
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

SOBRE NÓS

A Naplee Tea nasceu da idéia de compartilhar misturas para chás que únem princípios de saúde e bem estar.
 

A cada mês 2 novos blends são elaborados aliando os princípios ativos (funcionalidades) de ervas 100% naturais com sabor e qualidade. 

Você também recebe sempre um ítem adicional surpresa de modo a tornar sua experiência com os chás ainda mais prazerosa  ;-)

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

FALE  CONOSCO

5a3a16e95688c2.8061719715137563933545977

São Paulo - Brasil

© 2020 BY NAPLEE.COM